29/05/2015

Fanfic: Shadows of Darkness - 6ª parte

Hi cats!
Bom dia! Tudo bem com vocês? Como esta sendo a Sexta de vocês? Felizmente hoje eu não tenho aula \o/. E nem Segunda vou ter \o/! Cara, pelos próximos dias aguardem, pois eu tenho várias tags para responder! Enfim, hoje eu finalmente consegui terminar a 6ª parte da fanfic \o/. Vamos ver?

Os carros passavam, as pessoas, pelo incrível que pareça elas nos atravessavam! Eu atravessava toda essa gente também!? - pensei. Tudo lá era preto e branco, como nos filmes antigos. Alguns não tinham olhos, eram buracos profundos.
- O que aconteceu com aqueles dali? - perguntei apontando para um grupo.
- Eles foram amaldiçoados eternamente, se matarmos Shadow Cold, eles estarão livres. Mas não vão voltar para o mundo real. - respondeu Verônica.
- Então para onde eles irão?
- Continuaram aqui, só que livres. Poderão fazer o que quiserem, e quando quiserem.
- Que triste...
- Não fique assim, eles ficarão felizes até mesmo de continuarem aqui, só que livres. - interrompeu Nicholas.
- Ah.
Eu queria saber qual o motivo da maldição, aquilo me deixava triste. E se eu ficar aqui e ser amaldiçoada também? E nunca mais poder voltar? - pensei. Quando corvos apareceram, eles voavam em círculo e vigiavam o pequeno grupo.
- Precisamos sair daqui! - disse Verônica.
- Por que?
- Se alguém se aproximar deles, ou se eles se aproximam de alguém, essa pessoa também será amaldiçoada!
- Mas eles não estão vindo na nossa direção!
- Fala baixo! - respondeu Nicholas, num tom de voz baixo - se eles nos ouvirem, e vierem até a gente, nós seremos amaldiçoados também!
- Vamos para aquela casa - falou Verônica apontando para uma casa que antes era azul escuro - ela sempre esta vazia este horário!
E o Nicholas foi correndo na frente. Eu estava hipnotizada! Eu não conseguia parar de admira-los! Quando a Verônica pegou a minha mão.
- Vamos Abgail! - gritou Verônica.
Ela praticamente me arrastou! Enquanto o pequeno grupo nos seguia, e eu fiquei hipnotizada após ter visto uma mulher, parecida com a minha mãe. E em questão de segundos entramos na casa.
- Você esta bem? - perguntou Nicholas.
- Acho que sim, aquela mulher parecia muito com a minha mãe. - respondi.
Nicholas e Verônica se olharam.
- Não pode ser ela. Deve ser outra mulher parecida com ela. - respondeu Verônica.
- Você esta blefando! - respondi.
- Quem? Eu? É claro que não! E para com essa bobagem! 
- Nicholas! Pelo o menos você não pode mentir para mim!
- Eu não sei, não é com a sua mãe que eu tenho ligação! Pergunte para a Verônica.
- Que palhaçada é essa afinal? Qual o problema de me dizer se era a minha mãe ou não!?
- Nós temos um problema maior, Abgail. Eu te respondo isso quando terminarmos! - respondeu Verônica.
Eu estava cada vez mais confusa, todos pareciam mentir para mim! Pareciam me esconder algo! Eles investigavam a casa, e eu estava ali parada, sem saber o que fazer. A cada vez em que o Nicholas olhava atrás de um móvel, ele me olhava.

Ficamos horas e horas ali. Até anoitecer, o céu estava tão estrelado, eu não conseguia achar nenhuma constelação de tantas estrelas!
- É assim o céu a noite por aqui. - respondeu Nicholas, enquanto se sentava do meu lado.
- Então só as sombras podem ver o céu assim? - perguntei.
- Digamos que sim, eu não me lembro como era antes.
- A quanto tempo você esta aqui? - perguntei.
- A muito, muito tempo.
- Anos?
- Anos. Talvez um século, uma década, eu não sei...
- E você não tem mais ou menos alguma ideia?
- Eu vi você nascer, e eu já estava aqui a anos antes.
- Que triste...
- Não é tão horrível quanto parece, mas eu ainda espero sair daqui.
- De onde você era?
- Tulsa - Oklahoma.
- Ah...
E voltamos a ficar em silêncio, Nicholas parecia ser descendente de asiáticos, mas ele era o que menos me importava naquele momento. Quando começou um zunido forte, eu tinha vontade de arrancar os meus ouvidos, Nicholas por outro lado parecia não se importar.
- O que raios é isso? - perguntei.
- Shadow Cold.
- Ele esta aqui? - perguntei, enquanto eu apertava meus ouvidos.
- Sim. É melhor nos escondermos.
- O que!?
- A maldição dele é pior do que a dos corvos.
Ele me conduziu até um quarto, onde Verônica estava. Continua...

7 comentários:

  1. AHHHH Eu tenho que saber o que vai acontecer >< Adorei ♥ *-* Kisses♥♥

    ResponderExcluir
  2. Shippo Abgail e Nicholas, me julgue :v
    Que curiosidade, cara. Preciso ler os próximos capítulos.
    (Só pra lembrar, ''o que'' é separado, você escreveu junto algumas vezes :v)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fico muito feliz com isso \o/. Essa era com toda certeza a intenção que eu queria deixar em quanto eu escrevia essa parte \o/. Logo logo irei arrumar :D (obrigado por avisar).
      Kisses candy ♥

      Excluir
  3. Mds, amei, amo mistério e essa coisa de... ah seilá, dizem que quando é bom a gente nunca sabe explicar a sensação que isso nos dá, e é isso que você dá a seus leitores, parabéns Nate, li tudo hoje de tanto que gostei :)
    Beijos da prima Mitsue :)
    cute-universe.blogspot.com
    justbeliev-e.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fico muito feliz com a sua opinião ♥. Cara, sério? Eu nunca imaginei isso *---*.
      Kisses candy ♥

      Excluir
  4. Oi Nate! A fanfic é bem sombria. Eu desconfio que é claro que estão escondendo algo sobre a mãe de Abgail. Creio eu, senão... Bem esse monstro aí deve ser um bem malvado e deve ser um ótimo cantor pra gritar um agudo tão "AAAAAAAAAAAAAhhhhhhhh" (○`ε´○)ノ=3 Que isso gente!

    By || ✧Hi Tokkio 日本 & 한국 || Kissus

    ResponderExcluir

♥ Não falar palavrões
♥ De sua opinião, porém seja educado
♥ Se não gostar de algo e acha que deve melhorar, fale, mas educadamente
♥ Não ofender as postadoras
♥ Troco comentários
♥ Antes de pedir algo, fale sobre o post ou seu comentário será ignorado
♥ Aceito: ¨Seguindo, segue de volta?¨
♥ Não me peça para D-I-V-U-L-G-A-R algo a qual eu não estou participando, se caso eu gostar de algo no seu blog, eu irei divulgar por vontade minha.